among us

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Não é defeito, é feitio.


Nunca fui pessoa de tentar agradar aos outros. Nunca! Nunca disse ou, mais importante ainda, deixei de dizer algo só para não ter chatices com alguém e para que essa pessoa continuasse com uma imagem imaculada de mim. Se isso fez com que eu tivesse poucos amigos e muitos dissabores? Fez, temos pena. Mas a mim ninguém me chamará de falsa. Também não sou mal criada, não digo as coisas por dizer, a torto e a direito, mas quando as coisas têm de ser ditas e há malta que fica com medo, eu sou aquela que já ninguém estranha a sinceridade. Uma altura ouvi alguém dizer que uma pessoa só é feliz quando aprende a dizer "não". Olhem que é bem verdade.

11 comentários:

A Minha Essência disse...

Acredito piamente que não se aprende a dizer não. Isto porque é algo que já vem connosco. Mas sim, ter a coragem de dizê-lo. Diria antes. ;)

Bloguótico disse...

Gosto de agradar, mas quem merece e só se se justificar! :p


Ah, NÃO... NÃO... NÃO... NÃO...NÃO...


... Desculpa, mas sou feliz! :p

Moa disse...

é assim mesmo!

*Lili* disse...

Ter a coragem...estou como a essência...a coragem por vezes falha-nos, eu falo por mim :( não é porque não quero deixar essa vida, mas simplesmente sou fraca na escolha das amizades...e assim que se vão sinto-me só e perdida.. mas neste momento? Sinto-me uma pessoa extremamente forte porque descobri que realmente não vale a pena lutar por gente que não é nossa amiga . Já eu tenho um ponto negativo a meu favor, se não vou com a cara de alguém digo de imediato que não me quero relacionar com essa pessoa e posso até ser antipática... É um ponto a melhor...a ver vamos um passinho de cada vez.

http://realdreams-liliana.blogspot.com/

Sónia disse...

É bem verdade! Eu aprendi cedo a dizer não e olha não dei nada mal :)

Poison disse...

Também pauto a minha vida pela sinceridade, mesmo que a verdade nem sempre agrade a quem a ouve (o que acontece quase sempre).
Temos de saber dizer que "não" com a mesma convicção que dizemos o "sim".



Se quiseres ver o meu cantinho, aqui fica:http://v3n3noagridoce.blogspot.com/

Turista disse...

Querida Panda, gosto da tua sinceridade.

Turtle disse...

Eu também sou assim, menos quando já estou cheia de coisas para me dar cabo da cabeça e decido deixar passar algumas ao lado. O pior é que as pessoas julgam a sinceridade, e a grande maioria delas não a aprecia, mesmo que seja para o seu próprio bem. Às vezes é difícil ser assim, mas estou no mesmo barco que tu: faz com que tenha menos amigos? Temos pena. Quem não gosta põe à borda do prato.

M. disse...

Vejo que está bem:) Não precisas de mim...lol

The girl disse...

Já fui pessoa de tentar agradar e evitar dizer certas coisas para, como referiste, não arranjar chatices. Aprendi a ganhar coragem para dizer «não» e sim, sou mais feliz assim. Nem se compara.

Alix disse...

eu também sou muito sincera e frontal, mas já reparei que em certos casos nem vale a pena nos chatearmos com certas pessoas, porque não leva a lado nenhum, e se sei que a pessoa vai ou pode ficar ofendida, mais vale omitir o que penso.

bjs*