among us

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Ganhei todo um novo respeito pela Nicki Minaj.
 Só a conhecia de uma ou duas músicas e das aparições [ridículas q.b.] na carpete vermelha e calhou de ficar a ver um programa sobre a vida dela na E! Teve uma infância difícil mas o que me fez identificar com ela foi algo que ela disse e que eu senti na minha adolescência e que pouca gente compreende. Ela disse que começou a trabalhar muito nova, ainda que contra a vontade dos pais, porque se sentia mal em pedir-lhes dinheiro, sentia que eles também não eram abonados e que ela já tinha maturidade para não ter que lhes pedir dinheiro.
Aconteceu-me exatamente o mesmo. Eu comecei a trabalhar com 14 anos, idade com que comecei a pagar as minhas "coisas" [e por coisas não me refiro só a roupas mas também a livros escolares, óculos, consultas, computador, carta, carro...] e aos 17 anos já morava sozinha [porque entrei para a Universidade é certo] mas a partir dessa idade já pouco dependia monetariamente dos meus pais sendo que pelos 19 anos eles me podiam oferecer coisas mas deixei de aceitar dinheiro. E no grupo de pessoas que eu conhecia [a lot] eu era a única a pensar assim e nem toda a gente compreendia, mas sabem uma coisa? Sinto-me muito orgulhosa das minhas escolhas.

7 comentários:

S* disse...

É isso mesmo. Eu não comecei tão cedo, mas desde sempre nunca pedi coisas à minha mãe. Ela oferecia, quando podia, mas eu não lhe pedia. Muito menos coisas supérfluas. Desde os meus 18 que comecei a ter uns trabalhinhos e desde então recuso pedir-lhe dinheiro para o que quer que seja. Uma vez, a mísera mesada não me chegou e senti-me mesmo mal em pedir-lhe mais 20 euros...

Há 2 anos que ela não me dá dinheiro, sou eu que me sustento. E adoro isso. :)

Moa disse...

e é mesmo para te sentires orgulhosa, gostava de ter sido como tu e ter poupado mais os meus pais!

Psicoses de Sobra disse...

nessas idades não se compreende porque os adolescentes têm sempre tendência a tomar as coisas como garantidas. A maturidade chegou-te mais cedo e ainda bem.

abspinola disse...

Eu comecei a trabalhar aos 16 anos, e estudar a noite e nunca pedi nada aos meus pais, durante meses poupei para comprar o meu primeiro PC, há 18 anos atras.
Orgulho me do que sou, e até hoje nunca pedi nada a eles.

Petra disse...

Nunca fui mt exigente.... entendo o que dizes..

salto para a lua disse...

admiro pessoas como tu, que dignificam as palavras "trabalho" e "independência". parabéns!

Dina disse...

Só demonstra o teu sentido de responsabilidade e maturidade. Eu acho que só tens motivos para te sentires orgulhosa ;)