among us

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Estudar ou não estudar... decisions...decisions

Vai que um belo dia, eu não devia ter mais nada para fazer e deu-me uma vontade feroz de me voltar a candidatar à Universidade.
Para quem não sabe, sou licenciada em Comunicação Social (ainda sou do tempo dos 5 anos de curso). Licenciatura que nunca me serviu para absolutamente NADA.
Nem para aprender nada de especial, nem para arranjar emprego, nem para fazer amigos... um grande NADA é o que eu guardo de cinco anos que andei a queimar as pestanas (uma das melhores alunas), e a gastar dinheiro em vez de poupar, que em 5 anos muito dinheirinho podia ter colocado de lado.
Agora tenho um emprego mais ligado à área da Gestão, coisa que vim eu a descobrir de que gosto muito, comecei nas caixas a registar, e fui subindo de posição/cargo ao longo dos anos (o que voltou a acontecer a semana passada), e finalmente esta promoção veio acompanhada das respectivas regalias todas a que tem direito (e não só o trabalho). E disto eu sinto-me orgulhosa, porque não é toda a gente que começa na posição mais baixa e vai subindo.
Mas, regressando ao início, nesse belo dia em que eu não devia ter nada para fazer, candidatei-me ao Mestrado em Gestão. Fiz tudo nesse dia, incluindo pagar os 30€ de inscrição, pelo que quando me apercebi que devia ter mandado a candidatura também pelo correio, e não só por e-mail, fiquei em pânico só de pensar que gastei 30€ à toa! Mandei mail para a universidade e disseram-me que não havia problema.
Pois que hoje saíram os resultados. E eu fui admitida... até fiquei em 12º lugar em 65 candidatos!
E depois da reacção inicial de "yay, entrei!!!", veio a reacção de:
 "ai, mas isto vai ser uma carga de trabalhos! Mas eu já tenho tanto que fazer! Lá se vão as folgas! São dois anos! Tenho de  voltar a estudar! Tenho de voltar a fazer trabalhos de grupo! Ninguém merece voltar a fazer trabalhos de grupo, aos 30 anos de idade! Ai, que isto são 1750€  de propinas ao ano! Eu não tenho 1750€ para gastar em propinas! E se tiver não sei se é aí que os quero gastar! Não me vão dar bolsa de estudos, de certeza! Ai, que isto não vai valer a pena! Para que me meto eu nestas coisas? Se uma licenciatura nunca me valeu de nada, porque há-de valer um mestrado? Ai, que andam para aí tantos gestores que estão bem na vida e nunca estudaram! Ou se vai lá por cunhas, ou por muita experiência de trabalho/sorte! Não é por ter mestrado, que me vou safar melhor!"

Pronto... e agora senhores? Vale a pena matricular-me (é que são mais 126€), ou nem isso?
Isto é que estão a ser umas férias interessantes... no dia antes de vir de férias, fico a saber da promoção e já venho com "trabalho de casa", e os nervos que me deixa  saber que quando regressar ao trabalho, nada será igual (só as paredes onde já trabalhava), hoje é isto que me deixa indecisa... e se há pessoa com medo de mudanças, sou eu!

13 comentários:

Miss Purple disse...

Olha eu acho que deves ir :)
Porque não? É da maneira que aprendes mais, podes arranjar novas amizades, mais conhecimentos, etc...
Força nisso :)

R* disse...

A minha opinião é: se queres aprofundar conhecimentos, se é uma área que gostas, se achas que precisas deste desafio: VAI!
Beijinho*

Cláudia disse...

"Vai. E se der medo, vai com medo mesmo."

;)

100 Pretensões disse...

Tenho esses ataques várias vezes mas o "medo" impede-me sempre...ao contrario de ti dei a minha licenciatura por bem empregue mas...eu acho que se tens essa ideia deves continuar se por algum motivo não der...congelas a matricula e voltas noutra altura ;)
Acho eu, estudar nunca é demais,nem que seja para nos enriquecer a nos proprios ;)

Panda disse...

Por aqui sempre vai mais entusiasmo que cá por casa, é que quem já me viu a desperdiçar 5 anos de vida, não quer ver mais dois...

Candybabe disse...

Se é algo q realmente gostas... Força*
Sempre fiz formações, mas confesso q mestrado assusta-me... Não tenho pica p me meter em algo assim...
Mas! Quem corre por gosto não cansa e poderá ajudar-te no emprego.

Estrelinha Sónia disse...

Vai :) Muita força :D

Carla Pereira disse...

Aos 18 anos, entrei na minha primeira licenciatura, aos 31 decidi seguir uma paixão e estou agora a acabar a segunda. Não se compara o entusiasmo com que fiz esta, deixei muita coisa para trás para ali estar e foi das melhores decisões da minha vida, por isso, o meu conselho é: se é mesmo o que queres, venha lá esse desafio! Boa decisão!

Paula_2700 milhas disse...

Ainda que te possa parecer um desperdicio de tempo e de dinheiro (o que compreendo, quando não vês o retorno que esperavas), avança. É para ti, fá-lo por ti, avança mesmo, não hesites. Boa sorte!!

Timtim Tim disse...

Eu tirei um curso de 5 anos que acabei em 96. Com 38 anos voltei à faculdade para o Mestrado. Não me arrependo.

Panda disse...

Já decidi que me vou matricular... Vou ao sabor do vento. Se calhar o aumento que vou receber, já estava destinado a este gasto extra...
Obrigada, a sério, a todas pela força.

Lúcia Fonseca disse...

E eu foram 4 anos a queimar pestanas. Neste momento estou focada no trabalho que tenho que nada tem a ver com o que estudei e o meu objetivo neste momento não é arranjar outro trabalho mas sim subir daquele. Não quero ouvir falar em estudar nos próximos tempos. E sim, há muita gente muito bem no emprego e nunca estudaram para isso. Se te deram o cargo concerteza sabiam que tens competências para tal mesmo sem teres estudado para isso. A experiência e as capacidades são mais importantes que os estudos. Eu não quero ouvir falar em tal coisa nos próximos anos. Mas se achas que vale a pena vai em frente. Sendo que esse mestrado tem a ver com a área onde vais trabalhar.

Joana disse...

Eu voltei a estudar aos 26 e também me passaram muitas coisas pela cabeça (ainda passam), com um "twist" interessante que é não poder regressar a Portugal... Boa sorte e coragem para ti :)