among us

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Paga o que deves

Visto hoje em Braga, em pleno centro, eu sei que devia ter tirado uma foto para vocês também verem, mas achei que a vergonha que o senhor estava a passar já chegava sem a minha pessoa a apontar-lhe o telemóvel.
Então estava um homem, dos seus 50 anos, aparência completamente normal, com um grande cartaz enfiado ao pescoço, e que lhe ia até meio das pernas e que dizia a letras bem gordas:
"Paga o que deves. Vive-se bem em Braga e com luxo, mas é com o dinheiro dos outros".
E estava o senhor assim plantado, com o braço e o dedo indicador esticados a apontar para a porta de entrada de uma loja.
Mais uma falha minha mas não decorei o nome da loja, nunca lá entrei, é raro eu ir ao centro e para dizer a verdade nem reparei bem no que vendia, mas acho que era roupa. Quer-me parecer que é uma loja que abriu onde era antigamente a Acessorize, tem um café em frente, e é mesmo ao lado da Brasileira.
A modos que é a isto que o país chegou. Não sou nada contra o enxovalhanço de caloteiros.
Muito pelo contrário, acho triste que se tenha de chegar a isto.
Paguem o que devem, ou não se metam em aventuras!!!!! Quem não tem dinheiro não tem vícios!

6 comentários:

Dxani disse...

Credo... Difamaçao à loja...

Mrs. BlueBerry disse...

É o que costumo dizer, quem não tem dinheiro, não tem vicios!

Boa semana.

Lúcia Fonseca disse...

Aplaudo a última frase que escreveste.

Dreamer Girl disse...

Sou da tua opinião, mas também sou da opinião que se não for assim os "devedores" "não pagam o que devem" :s
Infelizmente chegámos a este extremo ...

Triste.

Joaninha Musical disse...

Ahah que situação!!
Lindo mês de dezembro para ti!!
Beijinhos fofinhos e fica com deus!!

♥Cat disse...

Wow! Isso é que são medidas drásticas! Mas a verdade é que as pessoas têm de ser responsabilizadas pelos compromissos que assumem!