among us

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

A agradável surpresa das sextas, dia 13

Eu gosto de sextas, dia 13. Já o mencionei aqui em todas as outras.
Costuma acontecer-me alguma surpresa agradável. Hoje pode até parecer algo sem importância mas a Beyoncé decidiu lançar de surpresa o seu quinto álbum e eu acabei de o ouvir de uma ponta à outra.
É muito R&B, popular na América, not so much na Europa. Mas tem letras poderosas. E sons.
E uma das músicas colocou-me de repente numa das minhas memórias mais felizes.

Depois de 24h acordada e de um stress medonho, eu e o meu marido (de há 3 dias) entrámos numa carrinha táxi. Como éramos os últimos, ele teve de ir no fundo da carrinha entalado entre dois chineses e eu fui na frente, no lugar do pendura. O motorista era um negro, uns 30 anos, roupas largas... enquanto conduzia ia bebendo do seu copo XXXL de coca-cola via Mc'Donalds. Estava a escurecer e no rádio suava R. Kelly e o motorista ia cantando e dançando, e conduzindo e buzinando... mais cliché americano era impossível.
E depois começo a vê-la... a cidade, toda iluminada, as formas do Chrysler Building, o Empire State... ainda me caiu uma lágrima à socapa. Enquanto os outros iam encafuados no fundo da carrinha, eu tinha ao meu lado um americano entusiasta a cantar R. Kelly e toda New York à minha frente.
Toda a minha vida esperara por aquele momento. Senti-me abençoada. Estávamos a passar uma ponte e perguntei-lhe se era a Brooklyn Bridge, ele riu-se e disse que não.. era a Queensborough.
Era só a distância que me separava de uma lua de mel inesquecível e por mim a ponte de Queensborough e um motorista que conduzia por cima dos passeios para passar sinais vermelhos, serviam às mil maravilhas.

Hei-de ter 90 anos (ou não), e lembrar-me deste exacto momento.

2 comentários:

Dreamer Girl disse...

Deus queira que sim, que te lembres sempre das coisas felizes :)

BEIJINHO e bom fim de semana.

Palavra Já Perdida disse...

e uma recordação dessas é maravilhosa :)