among us

domingo, 21 de dezembro de 2014

Porque tradições são tradições


  1. O meu carro. Já é tradição arranjar problemas na semana do Natal. Este ano até se portou bem, só avariou uma vez durante todo o ano (milagre!). Ontem achei que os pneus estavam um bocado para o vazio, ia a caminho da bomba de gasolina rebenta-me um dos pneus. Encostei logo mas foi o suficiente para a jante entortar. Jante nova, pneus novos... que rica prenda. E andar nesta semana (tão ocupada) a ter de tratar disso vai ser lindo.
  2. O meu telemóvel. Já é tradição eu ter azar com electrónica. Veio de reparar o vidro partido. Tudo muito lindo mas de vez em quando o botão de ligar/desligar não funcionava. Mandei mail à BQ irritada, que não ficava outras três semanas sem telemóvel por um problema que ele não tinha antes de ir reparar. Deram-me nota de crédito para trocar por outro, pelo que agora tenho o E5, que é mais recente. Menos mal.
  3. O chat do facebook. Estou a pensar em dar-me ao trabalho de descobrir como o eliminar da face da terra. Ultimamente só serve para pessoas que não me falam há milénios me virem pedir favores. E é com cada um, que nem queiram saber. O que acontece é que as pessoas que não falam comigo há milénios já não se lembram bem de como eu sou, ou seja, pessoa para responder: "A sério que só te lembraste agora de mim e para me pedir isso? Não dá."

3 comentários:

Jo disse...

Bem, é tudo chato... mas essa de te irem pedir favores... haja paciência!! Há gente com muita lata mesmo.

Miss Purple disse...

Vá, ao menos a chatice do telemóvel até nem foi má :)
Quanto ao pessoal, enfim.. gentinha!

R* disse...

Epá é preciso ter azar...
Mas pronto, pelo menos o telemóvel deram-te a nota de crédito :)

Beijinho*