among us

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Dores

Estou com a maior dor de garganta de TODA a minha vida. 
Sem sombra de dúvidas. Não me lembro de alguma vez ter precisado de antibiótico para alguma gripe ou dor de garganta, mas hoje rendi-me e teve de ser.
O marido levou-me a casa dos meus pais, a ver se eu arrebitava, e quando chegámos, deixou-me à porta de casa e arrancou para o trabalho, porque havia imenso trânsito e estava quase na hora de ele entrar. Mal arranca, apercebi-me que me tinha esquecido das minhas chaves de casa, dentro de casa. Ainda esbracejei que ele ia no fundo da rua, mas nada. Agarrei logo no telemóvel e liguei-lhe. Não atendeu. Ligo, outra e outra vez... Quando me atende diz que já está preso no trânsito e o ideal é eu pegar no meu carro (por sorte estacionado na rua) e ir ter com ele ao emprego, para ir buscar as chaves dele.
Ele trabalha a cinco minutos de casa, num dia de trânsito normal.
Entre ir e vir demorei UMA HORA! Sempre a dar-me vómitos, por causa da garganta.
Mas será que este mês nunca mais acaba? Este trânsito é de doidos! 
Ansiosa que chegue Janeiro. Altura em que espero já ter o meu telemóvel de volta (a reparar há TRÊS semanas!!), e recomeçar o treino do Bikini Body Guide. e ir partilhando incentivos pelo instagram. 

5 comentários:

Cátia disse...

As melhoras! :D

Miss Purple disse...

Oh as melhoras ... espero que amanhã acordes melhor !
Estar assim é horrível e as dores de garganta são do pior !

Gelatina de morango disse...

Bem, que cenário de terror =(! Desejo-te as melhoras rápidas!

ML disse...

Que grande chatice! As melhoras!

C*inderela disse...

Este ano a nível de saúde foi para esquecer, que venha 2015!
As melhoras*