among us

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Empregos públicos


Recentemente recebi uma carta de uma Câmara Municipal para a qual eu me tinha candidatado a uma vaga de Técnico Superior de Comunicação Social, a dizer que tinha de ir fazer a prova escrita de conhecimentos que valia 45% do valor da candidatura. Até aqui tudo bem. Ontem lá me apresentei e bem sei que ia com as esperanças em baixo, até porque na carta dizia que conforme a lei eu podia levar a legislação para consulta e eu nem sabia de que legislação se tratava e então a única coisa que levei mesmo foi uma caneta.
Chego lá e estava uma centena de candidatos munidos de capas enormes (da legislação certa eu suponho) e eis que dou de caras com uma conhecida minha. O marido dela já trabalhou com o meu e já a encontrei num jantar ou outro de convívio. Eu sabia que ela era a Técnica Superior de Comunicação Social da dita Câmara há já seis anos e achei estranho vê-la a ir fazer o exame, porque achei que simplesmente precisavam de mais um técnico.
Mas não, o contrato dela estava a terminar e a lei dita que se abra um procedimento concursal de cada vez que um contrato daquele tipo termina, mesmo que o lugar já esteja destinado à pessoa que o ocupa há seis anos.
E pergunto eu se não seria melhor reverem a porcaria da lei de modo a evitar que centenas de pessoas perdessem tempo e esperanças. E mesmo para evitar o stress que provocam à pessoa que já está no lugar.
Escusado será dizer que virei costas e fui embora, danada por ter acordado tão cedo num dia de folga, ter gasto gasóleo e pago portagens para ir prestar provas para um lugar já ocupado.

15 comentários:

Lillipops disse...

Uma palhaçada =S É assim que se vai gastando o dinheiro em procedimentos desnecessários.

Frutinha disse...

Se o lugar está efectivamente ocupado então é uma palhaçada total....

Manuela disse...

Querida Panda, que desconsolo...

Luisinha disse...

Palhaços!!!! Cambada de palhaços!!!

teardrop disse...

:( Imagino como te deves ter sentido. Há coisas neste país que não lembram a ninguém...

Alminhas disse...

Ah pois é... Foi por essas e por outras que já me deixei de candidatar a lugares na Câmara! É tudo uma farsa e nós os patetas que a alimentamos! É triste, mas é a realidade do nosso país!

ariel disse...

nas camaras é sempre assim...nem ha comentarios possiveis!

100 Pretensões disse...

mas é que é mesmo assim que se processa...é impressionante!
**

Just a Lady disse...

Aconteceu-me uma situação parecida à tempos, candidatei-me para 2 lugares na Câmara Municipal da minha zona, cujos anúncios saíram no jornal, e depois andei lá a tratar dumas papeladas, para passado uns dias receber uma carta a dizer que fui excluída porque faltava não sei o quê. Burocracias, se os lugares estão escolhidos, anda uma pessoa a gastar € para nada.
Obrigada pelo apoio, és uma querida :)
Beijinhos*

Palco do tempo disse...

que coisas mais disparatada :/

Ca disse...

Pelos visto é por todo o pais! E não é de agora... Quando a minha irmã andava à procura de emprego (há uns 10 anos!) também lhe aconteceu o mesmo. É uma treta!
Eu fiz uma prova dessas em Novembro do ano passada e ainda não saíram os resultados. E éramos só 6 pessoas...

Dina disse...

É uma situação tão comum infelizmente

Closet & Beauty disse...

Só neste país...é lamentável!!!

*Sininho* disse...

É mesmo uma vergonha. Fazem pouco das pessoas...

Mary disse...

É ridículo! Conheço um caso semelhante. Abriram um concurso público para uma Câmara Municipal simplesmente para integrarem nos quadros uma pessoa que estava a trabalhar há 11 anos a recibos verdes. Claro que as centenas de pessoas que concorreram não faziam ideia de que esta era a realidade. A partir daí deixei de acreditar em concursos públicos, é simplesmente atirar areia para os olhos das pessoas!