among us

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

É preciso coragem para se ser mãe

A minha irmã está outra vez no hospital com a minha afilhada. Está lá desde as 21h e espera ser atendida pelas 3h da manhã. É o costume. Porque a minha irmã trabalha quase 12h por dia e a miúda anda com uma virose que costuma dar aos putos e que se traduz em febre e vómitos, então só quando chega à noite a casa é que vai com a miúda para o hospital e depois saem de lá aquela rica hora.
Eu não acho nada bem que a minha irmã faça tantas horas, mas sempre as fez durante anos antes da miúda nascer e é paga para isso. Quando ela nasceu a minha irmã devia ter abdicado de parte do salário e ter mais tempo para criar a filha. Não o fez por receio de perder o emprego e é essa a cruz de algumas mulheres.
Devia-o ter feito ainda assim porque é preciso paciência, coisa que dificilmente se tem depois de 12h de trabalho, e é preciso tempo. Para lhes dar de comer e banho, para brincar com eles e ajudar a fazer os trabalhos de casa, para arrumar o que eles desarrumam e para ir com eles para o hospital porque andam sempre doentes.
Independentemente da hora a que vão sair de lá, pelas 7h têm que se pôr a pé. A minha irmã vai trabalhar e a minha afilhada fica numa ama que por muito cuidadosa que seja, não é a mãe.

6 comentários:

Sharon den Adel disse...

é uma decisão complicada, sem duvida.
eu preferia abdicar de algumas regalias salariais para ter mais tempo com os meus filhos, pois nao ha dinheiro que compre esse tempo. mas, sei lá, acho que so quando passamos pelas situaçoes é que sabemos como reagimos.falar é facil... de certeza que para a tua irmã nao deve ser nada facil.

MAG disse...

É complicado, mas ao menos a tua irmã não põe em risco o emprego que lhe permite pagar as contas e manter tudo em ordem. Hoje em dia é tão fácil despedir alguém que é assustador! Bjs

teorianasnuvens disse...

Sim, isso é verdade..ou tens uma coisa ou tens outra.

Nokas disse...

É muito complicado, sem dúvida! Conheço casos idênticos e sei que é uma luta diária. As melhoras da tua afilhada :)

S* disse...

Para os filhos nunca podemos estar cansados, mal dispostos nem fartos. É preciso coragem. :)

ariel disse...

não deve ser fácil!