among us

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Fosse eu corajosa


  • Despedia-me do trabalho. Nunca ganhei tão bem. Nunca me senti tão infeliz. Uns dias gosto, outros detesto. Mais pelas pessoas que rodeiam, do que pelo trabalho em si. Além de que detesto trabalhar em comércio, mas parece que para isso fui talhada.
  • Ia viver para outro país. Desde pequenina, recorda-mo a minha mãe, que eu digo que ia morar noutro país. Não França ou Suiça, aquele tipo de emigração: viver para ganhar dinheiro. Mas sim, Londres, por exemplo. Eu amo Londres. Sem dúvida alguma que me via a morar lá, e a ser feliz. Mesmo que trabalhasse em comércio. Tinha todo um novo mundo para descobrir.
  • Cortava o cabelo curto. Esticava. Mudava a cor. Uma mudança radical. Sempre tive o mesmo estilo de penteado, estou aborrecida.
  • Inscrevia-me de uma vez por todas nas aulas de Yoga. Sempre quis praticar, porque raio não ganho a coragem de começar a praticar num local profissional? Bem sei que não tenho equilíbrio e flexibilidade nenhuma, mas para isso é que ia praticar!!!
E eu sempre me achei pessoa de coragem... 

8 comentários:

Fashionista disse...

Olá Panda!
Eu o ano passado cortei o cabelo bem curto e este ano inscrevi-me nas aulas de Yoga e estou a adorar! Força!

Miss Purple disse...

Há que ter força de vontade Pandinha!
Acho que o cabelo e o Yoga devias já fazer qualquer coisa :)

Karina sem acento disse...

Desses pontos todos, só ainda não comecei a fazer yoga. Mas inscrevi-me num ginásio, que era coisa que não me via a fazer tão depressa.
E em relação ao cabelo, já mudei tantas vezes de corte e cor que acho que não é por ser corajosa que o faço, mas sim meio maluca lol

R* disse...

Acho que o meu post de Londres te deixou com a pulga atrás da orelha... :)

sandrarr disse...

Como eu te compreendo...

Panda disse...

Obrigada. Hoje vou experimentar uma aula de Yoga e sábado vou mudar o visual.

Panda disse...

Não sei se é o teu caso, mar cabelo encaracolado é muito muito arriscado, arriscar...

Panda disse...

Mesmo! Adorei.