among us

quinta-feira, 13 de março de 2014

Pérolas de quem atende clientes

- Olhe menina, tem um livro que chama... não sei bem se é assim o nome... tipo, os Maias? Ou assim.
- Sim, os Maias de Eça de Queirós. Tenho, vou buscar.
- É o meu filho. Chegou a casa ontem a pedi-lo. Diz que tem de ser, para a escola.
- Pois, é de leitura obrigatória, no 11º ano,se bem me lembro. Olhe é este.
- DOZE EUROS??? Ele vai ter sorte vai. Deixe estar.

E é nestas alturas que eu digo a típica frase: é por coisas destas que o país não vai para a frente. Sabem que telemóvel a senhora tinha? Um Iphone. Isto é ter prioridades bem definidas.

Caramba, eu não sou mãe, eu não sei se terei filhos mas eu já comprei livros para os meus hipotéticos filhos.

6 comentários:

by me with love disse...

Realmente... que prioridades!! Enfim!! ;= kiss

Miss Purple disse...

Ai fogo ... realmente não entendo...

Bombocaa disse...

Sempre pode ir à biblioteca...mas quem tem 1 Iphone chora 12€?

Jo disse...

Aqui está um episódio que espelha exactamente aquilo que penso. As pessoas queixam-se de tudo, que não há dinheiro para nada, mas depois têm telemóveis e tablets e afins topo de gama. Para mim é apenas uma questão de prioridades. E, realmente, em Portugal os livro até são caros, concordo plenamente, e tenho muita pena que assim seja. Mas... Os Maias... por 12€...? Enfim. É uma pena que a senhora não saiba o que está a perder. A parte mais grave é esta atitude quando se trata de um livro OBRIGATÓRIO para a escola, que o filho vai precisar - ou que, pelo menos, vai-lhe dar muito jeito ter o livro.

C*inderela disse...

Normalmente choram o dinheiro para o mais essencial: saúde e educação.

Candybabe disse...

ahahahahahahahahhahaahhaha
Livros?!
Para quê?
Livros tche tche tche
:P