among us

domingo, 25 de agosto de 2013

Se algum dia eu me tornar mãe


quero lembrar-me que crianças são crianças. Não nascem logo ensinados e que são uns pequenos diabinhos até terem juízo.
Quero lembrar-me que a culpa não é só dos outros, que o meu filho também pode ser o mau da fita.
E que os adultos é que têm de ter a cabeça no lugar. E os pais têm de aprender a lidar com as asneiras dos filhos, com as asneiras dos que brincam com os seus filhos, com os pais das outras crianças e ainda com aqueles que não sendo pais de nenhumas crianças envolvidas conseguem ser ainda piores que eles.
Principalmente estes, porque como estes não têm filhos têm mais tendência para se esquecer que crianças são crianças e que não nascem ensinados.

PS. Isto a propósito de uma cena que vi hoje em que um adulto de 50 anos fez uma birra, sim uma autêntica birra, porque um menino de 4 anos foi "mau" com ele. Não esteve com meias medidas e deu-lhe um estalo na cara. E quem são os pais que gostam de ver isto?

2 comentários:

nobody listening disse...

que estupidez ... há gente grande tão pequena ...

Dreamer Girl disse...

CREDO! As crianças são isso mesmo, crianças! Têm de disparatar, fazer birras e asneiras, tudo enquanto é tempo disso. Não vai ser com 20 anos que o vão fazer.

Muitas vezes os pais esquecem-se que também já foram crianças...
É isto.