among us

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Toda a gente tem de ganhar a vida

incluindo os vendedores de porta a porta.
E o meu marido que é uma simpatia de pessoa, sempre, dá-lhes rédea porque não tem coragem para os despachar e só depois quando já está completamente envolvido na "trama", prestes a mudar de pacote de tv ou internet, ou ainda de telefone, a aderir a um cartão de crédito que nunca utilizaríamos, ou a fazer-se sócio do Círculo de Leitores, ou doutro clube qualquer inútil é que recorre à minha pessoa. E é aí que eu respiro fundo e tento lembrar-me que são pessoas a trabalhar e que (espero bem que não) um dia posso ser eu a ter de ganhar assim a vida, porque não está fácil. É que alguns são mesmo chatos, por Deus.
Por norma chego lá com um sorriso, aperto a mão e digo logo: "A antipática da casa sou eu. Não estamos interessados. Não insista. Obrigada e boa noite". Meto o marido em casa enquanto ele sussurra um "desculpe" e fecho a porta.

11 comentários:

*Sininho* disse...

As mulheres sempre a resolverem :)

Lelita disse...

Adorei a parte da tua apresentação: "A antipática da casa sou eu..." :)
beijinho

Sofia disse...

Cá em casa é o contrário:)
Beijinhos e obrigada pela força.

Palavra Já Perdida disse...

Pois, eu no trabalho tenho muitas visitas como essas. E tenho de ter sempre um sorriso mas irritam-me quando digo que não quero e nem obrigado nem até a próxima dizem..

Camila disse...

Ahahahah realmente mais vale ser directa, embora por vezes custe :s

Joana disse...

Ahaha já decorei essa frase pa proxima!

na america profunda disse...

Ca em casa tambem e' ao contrario eu e' que nao consigo dizer Nao a nada lol
mas tens razao no que dizes
bjinhos

S* disse...

ahahah No nosso caso é ele o antipático... eu já estive DUAS horas a ouvir um senhor a tentar endrominar-me com uma coisa de medir a tensão... eu tinha 18 anos.

Karina sem acento disse...

Ahahah cá em casa é a mesma coisa! Sempre que estamos insatisfeitos com alguma coisa, o moço vem com a história que está insatisfeito e bla bla bla. Quando já estou farta da história desato com o "Ou põem as coisas como deve ser, ou faço queixa à deco!" lol

guida disse...

Acredita que não é fácil para eles, e têm de ganhar a vida desta forma... pelo menos estão a trabalhar para não serem como muitos desempregados que não querem trabalhar.

Mariana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.