among us

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Nunca vi nada assim...

Entre todo o drama que está a acontecer à minha volta, há uma coisa prestes a tirar-me do sério, a panda que há em mim não tarda passa-se.

Causa: estagiária lésbica / auto-mutiladora.


A primeira parte juro que não me incomoda nadinha, a segunda está para além do meu entendimento. E eu esforço-me. A criatura tem 22 anos, portanto já passou a adolescência. É lésbica, custou a assumir-se mas os pais aceitaram. Tem namorada, logo parto do princípio que é amada. E hoje (logo hoje) chega à minha beira e com o frio que até faz, fez questão de arregaçar as mangas até ao cotovelo de modo a ver-se bem as feridas que fez ontem à noite. E não falo de golpezinhos que qualquer um faz porque se cortou no papel sem querer.
Autênticas facadas merecedoras de pontos, recheadas de nódoas negras, daquelas que dói só de olhar.
Deixou-me piii da vida ver que ela fez de propósito para reparar que ela se magoara.
Entrei no jogo, dei-lhe atenção. Que não deve fazer aquilo. Que não serve de nada, que procure ajuda, que há outras coisas a fazer quando lhe dá a neura, que se rezasse o terço ocupava a cabeça e não se magoava a ela e nem a ninguém...que tenho uma pessoa muito querida no hospital porque se magoou sem querer e custa-me ver pessoas que se magoam porque querem, que é parva pronto e quando dei por ela só não lhe preguei 2 estalos porque ninguém ia acreditar que fui despedida por esbofetear uma auto-mutiladora.

Estive a ler sobre isso. Diz que quem o faz são pessoas reservadas que não falam dos seus problemas. Ó caraças, trabalhei com ela apenas 2 dias e já me contou mais do que eu gostaria de saber.
A miúda preocupa-me mais que não seja porque vou aturá-la mais 2 meses e recuso-me ser motivo de cortes.

10 comentários:

ϟ ƒααвy ϟ disse...

Oiee, estou te seguindo.. me segue tambem?
http://bloggerfaby.blogspot.com/
Obg *-*

CoisasDaGaja disse...

Existe mesmo gente assim? Caredo! Pensei que era só em filmes estúpidos! :p

Boa sorte! (e muita paciência!)

S* disse...

É parva. isso não é depressão... é puro exibicionismo.

Uma Rapariga disse...

Psicose da brava essa...

Ta' disse...

Leste bem, geralmente essas pessoas escondem aquilo que fazem porque sabem que os outros não entendem. Para elas isso é algo completamente normal, uma forma de aliviar a "dor psicológica". Claramente isso é chamar a atenção, um claro pedido de ajuda. Tenta falar com alguém que a possa ajudar...

Beijoca*

Jóh disse...

isso é muuuito esquesito...e precisa mesmo de ajuda e rapidamente, porque isso só mostra o desespero dela ao ponto de mostrar e falar das coisas...

Nokas disse...

A menina é doida...

ariel disse...

parece-me que quer chamar a atenção...oh God!

guida disse...

Quer chamar a atenção, quer sentir que as pessoas se preocupam com ela, sentir-se "amada"... e é por isso que ela faz a pior coisa para tal. Não faz mal ajudar-lhe ou dar atenção mesmo que nós saibamos que é isso que ela quer. Na verdade, ela está mesmo a precisar de ajuda, e isso nota-se nos braços.

beijo

Scarlet_Perry disse...

Por que nao comentas com um superior que estas preocupada com ela?