among us

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Cócó na fralda (e não é o blog)


Na cantina do meu local de trabalho à hora das refeições só se ouve a falar em bébés ultimamente.
É que uma grande parte do mulherio que lá almoça resolveu fazer meninos o ano passado, e então eu e os machos que por lá comem damos sempre com a conversa a ir ter aos mesmos assuntos: cócó, chichi, vómito, ranho, cólica, dor, gritos, choro, insónias, quedas, birras e cuspidelas de sopa, são as mais comuns.
Eu entendo que a tendência delas seja essa mas já começo a ficar fartinha. Os rapazes já nem disfarçam, rolam os olhos e tentam mudar de assunto.
E o pior de tudo minha gente é que quanto mais elas falam dos seus rebentos, mais o meu instinto maternal vai pelo ralo abaixo. E se eu já não tenho nenhum, por este andar eu nunca mais vou querer falar do mesmo!

7 comentários:

Lelita disse...

Como eu te compreendo.
E não te dizem "Também tens que fazer um".?
Até fico com medo.

*Sininho* disse...

O que é de mais enjoa... =/

Nokas disse...

Acredito, ouvir sempre a mesma coisa é dose!!

Cláudia disse...

Eu confesso que o meu relógio biologico já faz tic tac...
Mas pronto , não passo a vida a falar de bebés!

Just a Lady disse...

Parece que quando têm um rebento só falam de coisas dessas, enjoa um bocado, enfim.
O verniz há na farmácia, custa à volta de 8€.
Beijinhos*

S* disse...

Admito que para que não tem filhos deve ser um tédio... :P para mim é!

*C*inderela disse...

acredito que deve ser entediante ouvir sempre o mesmo e que não aumenta em nada a animação para ter um :P