among us

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Galochas*

Podem até ser muito lindas (que para mim nunca são, mas entendo que muita gente goste) mas é coisinha que me cheira nunca me vão ver nos pés.


É que eu cresci na aldeia, eu ainda fui pôr as vacas a pastar, eu semeava e apanhava batata, milho, feijões e tudo quanto é legume, eu ajudava a minha mãe a limpar cortes dos animais, etc... e as galochas para mim lembram-me esses tempos.
Lembram-me muito trabalho e sujidade ao fazê-lo, eram-me sempre grandes e serviam para não ficar com os pés e calças todos molhados e sujos. Serviam para o trabalho. Não para andar no dia a dia como "adorno".

* A propósito de tanta gente andar a falar das galochas do Jumbo.

8 comentários:

Palavra Já Perdida disse...

Eu acho giras, mas custa-me a ver com umas...

Plim disse...

Eu de certa forma até te compreendo. E sofro do mesmo, mas troco as galochas(adoro, adoro) pelos kispos. Näo suporto tal coisa. Posso dizer que tenho, que está muito longe de mim e mesmo que estivesse no guarda fatoa mesm aqui ao meu lado näo o usaria. Isto porqie quando era pequena tinha imensos, desde preto, azul, castanho e muitas cores. Curtos e compridos. Andava sempre encharcade de kispo. E de kispo e mochila (big trauma) toda anfada. Argh...da-me coisas só de me lembrar.
Enfim...tudo isto só para demonstrar como te compreendo.
Beijinho :)

*C*inderela disse...

Não é o meu calçado preferido mas gosto, para os dias de chuva intensa são do melhor (a meu ver, claro). Apenas não gosto de galochas todas verdes (lembra-me os jardineiros), e todas pretas (lembra-me os peixeiros). LOLOL.

Noa disse...

Eu não gosto :S

S* disse...

Ai eu adoro, em dias de chuva é super prático.

Dxani disse...

Este tipo de galochas tambem me fazem lemvrar o campo porque foi la que cresci. mas há galochas muito giras que quase nao te apercebes que são galochas

Quel* disse...

Eu também fazia, e faço, isso tudo e no entanto gosto :)

Moa disse...

AHAHAAH a mim lembram-me o mesmo...mas ainda assim até as acho giras, apesar de não ter nenhumas!