among us

sábado, 15 de setembro de 2012

Uma coisa em que reparei nas duas vezes em que estive de férias fora do país: o telejornal deles não passou uma só notícia sobre crise. Em Londres e em Nova Iorque. Sim eu via as notícias quando estava no quarto do hotel a descansar e não me recordo da palavra crise ser proferida. Lembro-me de chamar a atenção do meu marido para isso. Que bom! Um jornal que fale de coisas boas e más que aconteceram ao longo do dia mas nada de crise.
Desde que me lembro como pessoa que não se fala de outra coisa nas nossas notícias. Há quase 3 décadas que estamos em crise e caramba por mais medidas que se tome não se sai dela.
Caso para dizer: se podíamos viver sem ela podíamos, mas não era a mesma coisa.

8 comentários:

Quel* disse...

Em Portugal, os telejornais são muito tendensiosos.

Camila disse...

Deve acontecer tanta coisa em NY que nem devem ter espaço para falar de crise no telejornal xD

Karina sem acento disse...

Bem, se por um lado não é por enfiarmos a cabeça na areia que os problemas deixam de existir, também acho que a comunicação social acaba por esmifrar tudo até à última gota... Nem 8, nem 80!

S* disse...

Mas eles também têm a sua crise... oh se têm.

*Lili* disse...

Concordo quando lá fora também há crise, sem dúvida... Agora o que chateia em Portugal é porem-se com falsos moralismos na televisão em como isto se resolve e blá blá blá... Por amor de deus, a crise não vem de agora! É irritante e só torna as nossas vidas mais complicadas!

Palavra Já Perdida disse...

Não ponhas dúvidas...aqui é o extremo do exagero.

Noa disse...

Os telejornais por cá é mesmo só desgraças.

Moa disse...

Era tão bom se tb não ouvíssemos falar dela!