among us

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Procuram-se amigos


Não sei se já aqui referi mas já tive os meus desgostos com amizades. Pessoas que eram família para mim e que de um dia para o outro do nada deixaram de me falar. Por nada não... inveja, falsidade, e outras coisas assim bonitas. Sinceramente sinto que estou melhor sem essas pessoas [o ditado já é velho: mais vale só que mal acompanhada]. Mas desde aí que nunca mais confiei e consegui ter uma amizade daquelas de ver todos os dias e falar, e combinar montes de saídas e partilhar. Ainda tenho amigas e amigos que adoro [poucos] mas estamos uns com os outros mais de longe a longe e vamos trocando as palavras diárias mais pelo Facebook que pessoalmente. É claro que a vida de emprego e conjugues é diferente da de solteiro, ainda assim numa noite como a de hoje em que estou sozinha [marido a trabalhar até tarde], e já tenho "tudo feito", por vezes sinto-me só. Sinto falta daquela amiga a quem poderia telefonar e ela estar disponível para vir comer um crepe de chocolate cá a casa e falar. Sem invejas nem falsidades, mas com coisas verdadeiramente bonitas.

18 comentários:

S* disse...

Sei bem o que isso é... por vezes também sinto necessidade de ter uma outra mulher com quem falar. Agora que a mana saiu de casa, passo mais tempo sozinha.

coquinhas disse...

E porque nao convidares um desses amigos que tens e irem comer esse crepe? :) nem sempre é facil manter amizades, é bem verdade e ao mesmo tempo um pouco triste...as vezes sinto-me assim...por uma tese de mestrado que me rouba o tempo todo :(

Palco do tempo disse...

cada vez é mais dificil ter amigos verdadeiros :/

*Lili* disse...

Obrigada pelas tuas palavras, antes de mais. E bem, eu em certa parte compreendo-te embora ainda seja uma pessoa nova no mundo das amizades, já tive a minha cota parte de desgostos e compreendo-te, mas estou como tu, às vezes também sinto falta de alguém assim. Obviamente uma irmã pode facilmente fazer esse papel, mas acaba por ser incomodativo e ao mesmo tempo uma forma de matar saudades com a mesma.

http://realdreams-liliana.blogspot.com/

Lima e Tequilla disse...

Isso já me aconteceu. Num momento éramos um grupo super unido, com jantares e festas e sempre juntos para todo o lado. De repente, eles simplesmente afastaram-se, sem motivo algum. Amigos não fazem isso (obviamente) e hoje vejo que estou bem melhor sem eles e de olhos bem abertos para novas possíveis amizades. De qualquer maneira, sempre fui da opinião que mais vale ter uma mão cheia de amigos verdadeiros, do que um facebook cheio de "amigos" com os quais pouco ou nada falamos/conhecemos. Eu pessoalmente, dou o benefício da dúvida, sem depositar muita confiança na pessoa nova. Uma coisa é certa: ninguém é insubstituível e prefiro estar sozinha a almoçar ou a jantar do que estar na companhia daqueles que em tempos foram os meus "amigos". Beijinho*

Ta' disse...

É para esses momentos sós que cá estamos ;) e para os outros também claro =)

Lisbo@ disse...

A minha melhor amiga, já o é á 16 anos. Houve uma altura em que nos afastámos (consequências da vida) mas é daquelas pessoas a quem ligo a chorar e tem o dom de me acalmar. Realmente é muito dificil encontrar um AMIGO verdadeiro.

Sonhadora * disse...

Também sinto falta disso... Da amizade verdadeira, honesta e para a vida...!

Petra disse...

Já senti isso em tempos, principalmente quando mudei de cidade... Não é fácil.... Não é mesmo.
Passa por um crescimento interior e as vezes esse mesmo crescimento custa, dói e demora.
E supostos amigos falsos e gente invejosa, não falta.
Há que ultrapassar e ver as coisas boas da vida.
Gostei do que escreveste porque o senti tão familiar...

Dear Daisy disse...

Podia ter sido eu a escrever isso.
Beijo :)

Heidi disse...

Nos ultimos dois anos sinto-me muito assim...e por isso sei bem do que falas...Custa, sim, custa bastante! Mas novas amizades surgirao e serão, espera-se, mais sinceras!:)

Panda disse...

Alguém de Braga? lol

Ninna Jules disse...

eu também já tive grandes desilusões em questões de amizade.

felizmente, neste momento, sinto que estou rodeada das pessoas mais fantásticas, amorosas, disponíveis e amigas que podia encontrar.

se precisares, panda, não sou de braga mas sou do porto . em último caso, avisa xdd

Panda disse...

Ninna Julles és um amor. Obrigada :D

Anónimo disse...

Eu sou de Braga :))

(Bina)

Panda disse...

E a Bina não tem blog para a conhecer melhor?

Anónimo disse...

Não Panda, no blog :/

Sou leitora de blogs apenas. Mas identifiquei-me com o que escreveu, e por isso deixei a msg, foi a primeira, desde há alguma tempo de visitas :).

(Bina)

Alix disse...

também sinto falta de amizades assim...

**