among us

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Aquele dia em que fiquei cega durante mais de uma hora

Eu disse que estava a ter uma semana difícil, não disse?
Pois que na terça chego a casa depois de um longo dia de trabalho (desde há uns meses para cá, todos os meus dias de trabalho são loooooongos), faço o meu treino do Bikini Body Guide, do qual filmo sempre um bocadinho, e no fim estava sossegada a ver o vídeo.
Nisto começo a ver umas manchas, como quando nos tiram umas fotos com flash e a luz nos cega. Numa questão de segundos corri para desligar a luz, que parecia que me matava. Nesta altura chamo em pânico pelo marido, ele entra no quarto e acende a luz. Pensei que a minha cabeça ia explodir. Fiquei sem ver nada. Zero. Completamente cega e ainda por cima, intolerante à luz.
Deito-me na cama, fico no escuro durante uma hora, começo a sentir-me melhor. Tenho vontade de ir à casa de banho, até já consigo ver alguma coisa, arrisco e acendo a luz. Fico sem ver novamente.
Ligo para a Saúde 24 a ver se me davam ideias do que seria o treco que me estava a dar, quinze minutos de espera + quase 10 minutos de interrogatório. No fim dizem-me:"Dirija-se imediatamente ao hospital mais próximo, vamos enviar um fax a avisar que está a chegar, se vê que a demoram a atender ligue-nos de volta."
Lá vamos para o hospital, pulseira amarela,fax da Saúde 24 a mencionar que os sintomas eram correspondentes ao princípio de um AVC. Choro em pânico, à espera em frente ao consultório de oftalmologia.
Lá dentro estava um rapaz a ser examinado, cá fora estava a mãe dele, que o filho ia a conduzir com o cigarro na mão e janela aberta. Entrou-lhe a ponta do cigarro no olho, diz que não estava bonito de se ver.
O rapaz sai, eu entro. Encolho-me toda com a luz branca do consultório. O médico olha para mim, olha para a ficha e pergunta: "Você nunca teve uma enxaqueca, pois não?"
E eu respondo que até dores de cabeça é raro ter...
A modos que foi assim que fiquei a saber o que é uma enxaqueca, daquelas a sério. A visão vai-se, um sinal de que a tremenda dor de cabeça se aproxima. Pelo sim pelo não fazem-me exames. Com o passar do tempo já me estava a sentir melhor.
Pergunto ao médico o que vou ter de tomar e ele responde: "ben u ron e enfie-se na cama... está com um ar mesmo muito cansado. Descanse."
A modos que tomei um ben u ron e meti-me na cama... a modos que meti uns dias de férias e só volto ao trabalho na próxima quinta-feira... a modos que 5 dias não irão ser, nem de perto, suficientes para tirar este cansaço permanente que trago em cima dos ossos.

8 comentários:

Ana das Pontas disse...

Aí credo, que medo! Só a hipótese de um AVC... Irra! As melhoras!

Cátia disse...

As melhoras!

Carla Alexandra disse...

As melhoras Panda!

R* disse...

Ai meu deus... Que azar o teu!
Agora já sabes, a pão e água!

Moa disse...

Credo que susto. Eu costumo ter enxaquecas e não consigo suportar a luz mas, nunca fiquei sem ver!

Candybabe disse...

Chiça penico!!!!!!
:S
Bolas espero que não tenhas muitas dessas... Costumo ter enxaquecas, mas felizmente nunca cheguei a esse nível...

Jo disse...

Que susto que deve ter sido! :/ Eu tenho enxaquecas, de vez em quando, é terrível e só passa deitada, no escuro, de preferência a dormir... mas nunca cheguei a esse ponto.

Frutinha disse...

Caredo. As melhoras!!!!!
Eu ja tive enxaquecas varias vezes, actualmente menos vezes felizmente. Fico intolerante a luz, ao barulho e com muitos vomitos. Só fico bem na cama, no escuro bem quieta. Ainda assim nc fiquei sem ver... credo. :s
Imagino o susto.

As melhoras

[Blog] |
[Facebook]
| [Instagram]