among us

quinta-feira, 4 de agosto de 2011


Ontem fomos visitar um doente terminal com SIDA ao hospital.
Se ele ainda conseguisse falar tenho a certeza que nos diria que estava arrependido. Arrependido dos anos de muito dinheiro, gasto em bebidas, tabaco e mulheres. Anos que o fizeram aos 46 anos estar mais velho que o senhor de 85 anos da cama em frente. Meteu-me muita impressão vê-lo a ser alimentado pela sonda, nunca tinha visto... acreditem que é motivo para darmos muitas graças aos céus por termos saúde, para não nos queixarmos de coisas mesquinhas.
E agora ali está, sendo unicamente capaz de derramar umas lágrimas enquanto lhe fazemos umas festinhas e esperamos por uma melhora que não se avizinha.

8 comentários:

*Sininho* disse...

Arrepiei-me.

*Lili* disse...

Como eu compreendo...Também passei por um caso parecido e sinceramente nunca o fui visitar ao hospital, porque era amigo dos meus pais só eles é que iam, mas disseram mesmo que ela estava muito acabado... E tudo por culpa do tabaco. Foi um susto e uma razão para a minha mãe terminar de vez de fumar, hoje sinto-me orgulhosa dela. Mas lá está foi preciso alguém morrer para que ela mudasse... não devia chegar a este ponto e as pessoas deviam ter consciência disso :(

http://realdreams-liliana.blogspot.com/

Scarlet_Perry disse...

Tens muito valor por teres coragem e estomago para fazer essas visitas.
Eu não conseguiria...

teorianasnuvens disse...

Também não sei se conseguiria fazer essas visitas mantendo-me inalterada. :P

Aria disse...

very sad...:(

Dark angel disse...

Essas visitas fazem-nos crescer. Eu já visitei clínicas de toxico-dependentes em rehabilitação, e as histórias deles também são exemplos para mim... saibamos nós refectir com as experiências e conselhos alheios que já passaram por coisas assim...

Panda disse...

Temos de ser uns para os outros.
Eu não sou a Madre Teresa mas sei reconhecer que sem os outros não somos nada. E não é na saúde que precisamos de cuidados...

Mami ( Sónia ) disse...

Deve ser horrível de ver uma pessoa definhar assim...